Violência crescente causa temor e revolta em Senador Pompeu

senador-pompeu,Tiroteios em vias públicas, mortes, assassinatos, assaltos, invasão a residências e a estabelecimentos comerciais...
Com os números da violência só aumentando os moradores do Município de Senador Pompeu no interior do Ceará, não sabem mais o que fazer. Pois se estão na rua, na calçada, na fila do banco ou na ida para escolas e supermercados, (comércios), correm o risco de tomar uma “bala perdida nos peitos”. Se você está em casa, além do risco de ter sua residência invadida, pode ser espancado e sofrer qualquer tipo de violência. Isso foi o que aconteceu com um idoso de 75 anos, depois de ser espancado e ainda ter seu aparelho de TV e sua moto levados por três homens, armados e encapuzados na zona rural de Senador Pompeu. O clima de insegurança tem provocado temor e revolta nos moradores do município de apenas 26 mil habitantes, distante 275 quilômetros de Fortaleza.
Os relatórios da Polícia Militar e fatos, causam um pensamento de incerteza quando comparados com movimentos (manifestos, TAC, apelos, reportagens, mobilização de exibição política), feito anteriormente em prol da segurança pública na região e na cidade.
Senador-pompeu

Tiroteios em vias públicas, mortes, assassinatos, assaltos, invasões a residências e a estabelecimentos comerciais…

O município de Senador Pompeu  enfrenta um dos seus piores momentos, principalmente na área da segurança pública e na ausência de políticas voltada para as crianças, jovens e adultos. No dia 03 de Setembro a cidade completa 121 anos de emancipação política e um ano difícil para seus moradores e pessoas que não podem deixar sua terra.

Só em agosto de 2017 foram registrados roubos a residências, de veículos, motocicletas e a pedestres, disparos de armas de fogo em vias públicas, feminicídio, assassinatos, segundo a polícia militar. Tiroteios em vias públicas, mortes, assassinatos, assaltos, invasões a residências e a estabelecimentos comerciais tem atormentado a população. O que mais preocupa é a ausência de debates voltados para resolver a situação em conjunto com as autoridades locais, regionais, estadual e federal, levando em consideração a todos os parlamentares votados nos respectivos lugares destacados, como no caso de Quixeramobim, Quixadá, Pedra Branca e outros municípios que também sofrem com o aumento na onda de insegurança.

No final do mês de Julho o relatório policial registrou que, os PM’s constataram uma motocicleta com queixa de roubo. No dia 01 de Agosto a polícia foi acionada depois que três homens efetuaram disparos de armas de fogo em dois irmãos que transitavam na Avenida Carlos Jereissati, uma das principais da cidade, sendo que o tiroteio parou na Vila Pedras Grandes e as pessoas feridas socorridas ao hospital municipal.

Uma senhora que levava sua filha ao hospital municipal no dia 02 de agosto teve sua moto tomada de assalto por dois homens, no dia 02 de agosto, depois que a polícia foi informada de um tiroteio próximo ao bairro alto do Cruzeiro, segundo moradores confirmaram aos policiais. Em 05 de agosto a polícia foi informada do assassinato de um agricultor de 59 anos, a machadadas durante uma bebedeira na zona rural.

No dia 8 dois homens de motocicleta colocaram uma arma na cabeça do funcionário de um deposito de água na rua Cirdes Borges e levaram seu celular. No dia 16 dois homens encapuzados levam R$ 2.000 de um senhor residente na rua Franco Magalhães. No mesmo dia a polícia foi informada de um tiroteio na rua Vicente Esmeraldo no Bairro Pavãozinho, deixando um adolescente de 17 anos ferido, após ser atingido pelos disparos que, segundo populares afirmaram ter vindo de pessoas que transitavam em um carro preto. Segundo a polícia no dia 17 um homem de 47 anos foi morto com 5 tiros na rua da Lagoa. No mesmo dia a polícia encontrou um veículo roubado, que acredita ter sido usado no homicídio.

Em 19 de agosto a PM registrou um assalto no sítio Riacho do Paulo, sendo que três homens levaram 1 aparelho de TV e uma motocicleta do senhor de 75 anos. Os PM’s conseguiram recuperar a TV e apreender a moto utilizada para cometer o crime. Já no dia 3 três homens armados e encapuzados assaltaram um comércio no bairro Alto São José, sendo levado R$ 500 em dinheiro; sandálias; desodorantes; biscoito recheado e um celular de marca ASUS, suspeitos não sendo localizados. No dia 23 a polícia foi acionada ao distrito de Bonfim (KM 20), depois que um garoto de 15 anos matou a disparos de arma de fogo uma adolescente após se desentenderem, segundo dados do relatório policial.

O saga de humaitá continua. No dia 25 a polícia foi abordada na BR 226 na localidade de Bom Jardim, por vítimas de 5 homens armados que efetuaram disparos chegando na residência rural, constatado pela polícia que conseguiram tomar uma quantia de 200 reais, 3 aparelhos celulares, um receptor de TV e uma espingarda calibre.36. Ainda segundo o caseiro disse aos PM’s os assaltantes teriam levado  alguns animais da propriedade, não sabendo informar o número.

RELATOS DE MORADORES NAS REDES SOCIAIS

“Mas uma vez, ontem , diversos tiros disparados ali, perto da ponte, barra do Patu’ mais ou menos as dezenove e trinta com muita gente nas calçadas, vamos por ordem está ficando cada dia pior”

Outra moradora relata já cansada de tanta violência: As autoridades deveriam se reunir para fazerem algo para que as pessoas tivessem mais segurança, não dá pra acreditar naquela cidade pacata ter se transformado em tanta violência é numa grande lástima, sinto saudades do meu tempo de adolescente como era bom poder brincar e andar na praça da matriz minha cidade da minha terra natal que tanto amo”.

Uma jovem relata o drama de ser comerciante atualmente no município. “Hoje o comércio foi assaltado novamente. Essa já é a terceira vez que aconteceu em menos de 6 meses. Nos temos essa venda há mais de 10 anos, e nunca, nunca tinha acontecido nem um assalto. Sinto muito, mas senador está virando um lixo a cada dia que passa. Infelizmente não podemos fazer nada. #segurança0”, diz a comerciante cansada de acreditar que um dia foi uma terra tão pacata.

Outro comentário na internet diz: “Lastimável. Realmente a violência nãocomeçou agora, mas temos a ver a agora está sem controle nenhum e nós viramos prisioneiros dentro de nossas casas.

Assim segue o município de Senador Pompeu, prestes a completar 121 anos de emancipação política. Rica em cultura, artistas, talentos e pessoas boas. Agora reféns do medo, da insegurança, da falta de controle em uma cidade tão pequena, tão hospitaleira…

Conheça o que o Sr. António fez para superar um acidente que quase lhe deixou paraplégico. Leia a matéria clicando aqui!

Siga Walter Lima no YouTube→www.youtube.com/walterlima100

Siga Walter Lima no Facebook→ www.facebook.com/Blogdowalterlima

Siga Walter Lima no Instagram→ www.instagram.com/walterlimayoutuber

Siga Walter Lima no Twiter → twitter.com/WalterLimaRadio

Siga Walter Lima SnapChat → walterlimatuber

Comentários no Facebook

Site last updated 04/12/2017 @ 09:55; This content last updated 29/08/2017 @ 11:32


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/corre075/public_html/wp-content/plugins/push-response/pushresponse.php on line 82