Operação para prender acusados da morte de Policial Civil em Senador Pompeu

acusados-morte-Policial-quixeramobim-senador-pompeuAcusados estãosendo ouvidos pela polícia. Foto divulgação
acusados-morte-policial-inspetor-claudio-nogueira-quixeramobim-senador-pompeu-foto-divulgacao

Polícia ouve acusados da morte do inspetor da polícia civil policial Cláudio Nogueira. Foto Divulgação.

No começo da manhã dessa quinta, 17, a Polícia de Senador Pompeu, Banabuiú, Quixadá e outras equipes de polícia da Região Sertão Central do Ceará, iniciaram uma operação para prender os acusados da morte do policial e inspetor da Polícia Civil Cláudio Nogueira. Um comboio de viaturas da polícia Civil deixou a cidade por volta das 07:30 com as sirenes ( Giroflex) ligados.

 

Conforme as informações extra-oficiais de um dos agentes de segurança, eram os 3 acusados da morte do policial em Senador Pompeu. José Cláudio Nogueira, 51 anos, foi morto com cerca de sete disparos de arma de fogo, na estrada que liga Inharé (em Senador Pompeu) ao Distrito de Encantado, em Quixeramobim no dia 20 de agosto,a noite, ao lado da esposa, segundo a polícia.

Cládio Nogueira foi candidato a vereador pelo Partido Socialista Brasileiro – PSB, no Município de Quixeramobim. A qualquer momento o delegado da Polícia Civil, Dr. Jeferson Custódio,  se pronunciará na rádio FM Humaitá de Senador Pompeu, no programa do radialista Jonathan Cavalcante, Patu Notícias.

Policiais mortos no Ceará

Chega a 30, o número de agentes da segurança pública, mortos em 2016. O último caso foi a morte do Delegado de Polícia Civil Aldísio Ferreira Santiago, 57 anos, na terça-feira, 15 de novembro. O delegado Aldísio Ferreira Santiago, plantonista da Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), foi assassinado no bairro Maraponga. Ele chegava em sua residência com o filho e a nora, quando foi surpreendido com o anúncio de assalto feito por um casal em uma moto. O policial reagiu à ação criminosa e acabou baleado no rosto. Um homem foi preso, nesta quarta-feira (16). A Divisão de Homicídios não informou o nome do suspeito. A mulher que participou da ação na morte do delegado, continua foragida.

SOLUÇÃO

A solução para acalmar a violência pode está longe. Especialistas em comportamentos humanos acreditam que, não podemos incentivar essa rivalidade entre policiais e acusados de algum crime. Muitos acreditam que mais geração de emprego e renda, oportunidade de crescimento; educação, esporte, lazer e o combate mais intenso a corrupção, que mata mais que qualquer arma, poderiam acalmar os ânimos da violência. Claro que com as penalidades mais brandas.

Para seguir o blog no facebook Curta a página: https://www.facebook.com/Blogdowalterlima

Receba os novos vídeos do nosso YouTube; inscreva-se: https://goo.gl/fRXDrt 

Comentários no Facebook

Site last updated 26/07/2017 @ 15:09; This content last updated 17/11/2016 @ 12:23


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/corre075/public_html/wp-content/plugins/push-response/pushresponse.php on line 82